quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

RETROSPECTIVA 2012 - por Vinicius Galiza


Na minha Retrospectiva 2012 escolhi falar sobre três fatos que foram repercussão não só para mim, mas também para todo o Brasil durante o ano. Avenida Brasil, a maior novela dos últimos 20 anos, que tratou de assuntos como à classe C e valores morais, Joaquim Barbosa e o julgamento do mensalão, o maior julgamento da história recente do país, que ajudou a resgatar virtudes cívicas e políticas do povo brasileiro e sobre Neymar, a maior esperança da maioria dos brasileiros apaixonados por futebol.

Avenida Brasil
Novela mais bem-sucedida em termos econômicos da história da teledramaturgia brasileira, Avenida Brasil foi um dos três fatos que mais me marcaram no ano de 2012. Segundo a revista americana Forbes, uma das mais importantes do mundo, a novela escrita por João Emanuel Carneiro, fundamentada em estereótipos da classe C e no desejo de justiça ou vingança de Nina em relação à Carminha, custou em torno de 45 milhões de reais durante os 179 capítulos e 7 meses de duração, teve um faturamento em torno de 2 bilhões de reais, além de um público fiel de 46 milhões telespectadores. Sem contar um pico de 51 pontos de audiência, sendo o programa com maior audiência durante todo o ano. 

Joaquim Barbosa e o Julgamento do Mensalão 
O primeiro ministro negro do Supremo Tribunal Federal e atual presidente da Casa, Joaquim Barbosa, tornou-se praticamente um herói nacional ao relatar o julgamento do mensalão e pedir a condenação de políticos e outros envolvidos no maior escândalo da história recente do Brasil. Barbosa virou 'pop' nas ruas e nas redes sociais e já ilustra máscaras para o próximo Carnaval.   

O impacto da sentença do mensalão contribuiu de forma significativa para o combate da corrupção e pela reafirmação de conceitos e valores sobre democracia, exercício do poder e cidadania. Assistimos a um julgamento em que a maioria do corpo jurídico comportou-se de forma idônea, mostrando-se capaz de exercer com independência e autoridade atos civis e políticos.

O julgamento, portanto, significou um clamor, um pedido de socorro da população que foi furtada e que diariamente cobra uma reforma política imediata. O STF rejeitou o jogo político motivado por práticas criminosas cometidas por debaixo do pano. Os atos de corrupção foram condenados e punidos com o rigor máximo da lei. Foi à condenação daqueles que no controle do estado transformaram a cultura da infração, contravenção em prática ordinária e desonesta de poder. Foi à punição de um sistema eleitoral e partidário que faz o contrário do que se espera do processo de civilização, dos agentes públicos corruptores e corruptos. 

Neymar
Apesar de ter levantado um único título no ano de 2012, o Campeonato Paulista, Neymar não tem do que reclamar do ano que chega ao fim. O atacante santista vibra com o crescimento do pequeno Davi Lucca, seu filho, faturou a Bola de Ouro, dada ao melhor jogador do Campeonato Brasileiro, se tornou o jogador brasileiro que mais fez gol em todo o ano, 43 no total, foi eleito o 13º melhor jogador do mundo, é cada vez mais idolatrado, além de ficar cada dia mais rico.

Segundo levantamento do jornal Diário de S. Paulo, o atacante do Santos faturou cerca de 60 milhões de reais neste ano. Grande parte da receita vem de salário, patrocínios fixos e pontuais e produtos licenciados. Para se ter uma ideia melhor da quantia, o atacante arrecadou mais dinheiro do que tradicionais clubes do nosso futebol, como o Botafogo, Figueirense, Vitória, Goiás, Portuguesa e Ponte Preta. Muitos diriam que ele é um bem aventurado.



Um comentário:

Bruna Laranjeira disse...

Tantos problemas e questionamentos a se fazer e a sociedade contemporânea discute mais novela e futebol do que qualquer outro assunto que afete diretamente a vida de cada ser humano.Até que evoluímos discutindo política com a apuração do caso do mensalão. Mas a criticidade do homem ainda há muito que progredir.